ter, 16 de janeiro

Como manter o equilíbrio pessoal

Seja gestor ou não, todos nós enfrentamos desafios o tempo todo no trabalho: superar metas, lidar com crises, concluir projetos importantes ou até contornar com relacionamentos difíceis. Mas como administrar tantas variáveis sem perder o controle emocional?

Preparamos três dicas para ajudar você a começar o ano refletindo sobre como manter o equilíbrio pessoal diante das complexidades, independente de sua posição.

1. Escolha suas batalhas

A vida é feita de negociações. Isso significa que em toda mudança você perde algo e ganha outro e, para cada conquista, você vai acabar abrindo mão de alguma coisa. Por isso, é muito importante escolher bem as suas batalhas.

Gaste sua energia apenas com coisas que você realmente pode mudar. Para aquilo que não consegue, busque soluções que possam atender todos os lados e siga em frente.

2. Você tem que escolher entre estar certo ou ganhar

Quando brigamos por “estarmos certos”, nosso lado emocional se sobrepõe ao racional. E, com isso, muitas vezes deixamos de ganhar, apesar de estarmos certos. Na vida, é necessário ter flexibilidade para conseguir o que se deseja. Isso é ganhar.

E se você é líder, isso também vale para você.

3. Você tem que querer que dê certo

Atitude é tudo. Nada vai dar certo se você não gostar realmente do que faz e não quiser muito sucesso.  Pois só assim é que conseguimos superar as pequenas frustações e desafios que surgem ao longo do caminho até a superação do que deseja.

Por exemplo, para ser um bom gestor, a questão não se limita em aprender técnicas ou usar ferramentas específicas. Gerenciar pessoas é muito mais do que isso, porque é preciso lidar com ambiguidades o tempo todo e isso é muito difícil. Exige paciência.  Por isso, o melhor gestor é aquele que lá no seu íntimo deseja ser bom gestor e acha que vale a pena o esforço. Isso é que o faz alcançar o sucesso.